5 passos para o equilíbrio digital

Você sabe o que é equilíbrio digital? Basta olhar para o lado em um restaurante e ver pessoas mexendo no celular, atendendo ligações e acessando redes sociais. Essa mistura do mundo real e virtual pode ser benéfica se você apostar no equilíbrio digital, ou a conexão se torna um problema.

Alguns passos para alcançar o equilíbrio digital podem ser desenvolvidos no dia a dia. São pequenas ações que fazem diferença na hora de manter uma vida saudável e independente das telas. Veja os 5 passos mais indicados agora mesmo:

1. Tenha horário para ligar e desligar o celular

Essa dica parece difícil, eu sei. Mas, ter horário para ligar e desligar o celular ajuda muito a separar um tempo para as atividades offline. Assim, defina que você irá acessar o celular somente após o café da manhã, por exemplo, e que desligará a partir das 18h.

Com isso, você terá tempo para as tarefas online e offline. Porém, é essencial seguir as definições e, se possível, colocar um despertador que indique o limite de tempo.

2. Separe o que é digital e analógico na sua vida

Existem atividades essencialmente digitais e essencialmente físicas, assim como opções híbridas. Separar as ações de acordo com essas definições ajuda a analisar como é o seu dia a dia. Além disso, você pode escolher substituir uma ação online por uma offline e ganhar significado.

Um exemplo é optar pelo jogo de tabuleiro ao invés do jogo online, ou fazer uma sessão de leitura com a família ao invés de ver um filme. Aqui, a dica é tentar equilibrar a quantidade de tempo que você permanece conectado com o tempo desconectado, encontrando opções além das telinhas. 

3. Defina objetivos com a conexão e tenha equilíbrio digital

Quem nunca se perdeu no feed do Instagram? Ou nas notícias que abrem outras notícias?

Definir objetivos para o momento de conexão ajuda a não cair no “limbo da internet” e alimentar o vício tecnológico. Além disso, outra dica é usar aplicativos de controle de tempo para definir um prazo para cada tarefa, aumentando a produtividade sem precisar de mais momentos online.

4. Escolha ferramentas úteis para o mundo físico

Quais são os aplicativos que você usa? Eles te ajudam no mundo físico ou apenas te entretêm no mundo digital?

Avalie se você está unindo as vantagens da conexão com as necessidades do dia a dia ou se o seu uso não tem grandes vantagens. Assim, você consegue entender quando a conexão por prazer tira tempo dos momentos desconectados e fazer escolhas a partir disso.

5. Analise você no mundo virtual e o seu progresso no equilíbrio digital

Qual é o seu objetivo nas telinhas? Trabalhar, estudar e se comunicar? Ou usar o celular como desculpa para não interagir com alguém ou lidar com algum problema?

Olhar para o uso das telas e entender se realmente as atividades estão sendo benéficas é um processo constante. Essa análise pode expandir para toda a família e você pode usar ferramentas de controle parental para ajudar o seu filho a ter uma navegação segura. O AppGuardian, por exemplo, ajuda a monitorar as atividades do seu filho e entender se o mundo digital está sendo benéfico para todos. Além disso, é uma ótima maneira de conhecer melhor a criança e o adolescente, aumentando os laços familiares.

Aproveite para baixar o aplicativo no Google Play ou na Apple Store!
Siga a gente no Facebook, dê uma curtida no Instagram, se inscreva no YouTube e visite nosso LinkedIn para mais conteúdos relevantes!