5 sinais de vício tecnológico

De acordo com pesquisa do Hootsuite, o brasil é a segunda nação mais viciada em tecnologia do mundo. Sendo o tempo médio de 6h42 horas por dia. O vício tecnológico aumenta cada vez mais e já é considerado transtorno de acordo com a OMS.

Esse vício afeta muitos adultos, mas também crianças e adolescentes. Assim como qualquer outra doença ou transtorno, o vício tecnológico começa devagar e vai, pouco a pouco, mostrando sinais crescentes.

Para entender os 5 principais sinais do vício tecnológico, veja essa lista que preparamos especialmente para você:

1. “Precisar” estar conectado o tempo todo

Trocar outras atividades pelo uso do celular ou computador é um dos principais sinais. Preste atenção se você ou seu filho estão deixando de fazer atividades ao ar livre, passear ou passar tempo fazendo coisas offline, identificando um padrão.

2. Ficar mais satisfeito quando passa mais tempo na internet

Analise se você ou seu filho ficam mais alegres e satisfeitos usando a internet ao invés de fazendo outras atividades de laser. Assim, um exercício interessante é notar quantas vezes a frase “só mais um pouquinho” aparece no discurso do seu filho ou na sua cabeça. Se for com frequência, é interessante prestar atenção e estabelecer limites.

3. Tentar não usar a internet e não conseguir

Se desconectar é sinônimo de raiva, frustração e ansiedade? Esse é um sinal um pouco mais urgente sobre o vício tecnológico, mostrando uma possível dependência.

4. Perder a noção do tempo conectado

Muitas crianças e adolescentes deixam de almoçar ou jantar para ficar jogando ou navegando na internet. Esse é um dos sinais mais perigosos do vício tecnológico, mostrando grande dependência ao substituir atividades da rotina pela conexão.

5. Se isolar e ter dificuldade de socialização

Por fim, mas um sinal para ficar atento ao vício tecnológico é o isolamento social. Se as conexões afetam as relações sociais ou dificultam esse convívio, é hora de pensar no mundo real e desconectar um pouco do mundo virtual.

Uma dica para ajudar a desenvolver a consciência digital e ter controle sobre o tempo de conexão, é estabelecer um limite diário. Para isso, coloque um despertador e respeite esse tempo. Para o seu filho, uma recomendação é usar aplicativos de controle parental para definir o tempo de conexão, o tempo em família e entender se o vício tecnológico é uma realidade na sua família.

O AppGuardian é um aplicativo que pode te ajudar com isso, mostrando o tempo de conexão, oferecendo relatórios e ferramentas para garantir a segurança da criança e do adolescente.

Que tal aproveitar o assunto e conversar com seu filho sobre o assunto?

Aproveite para baixar o AppGuardian no Google Play ou na Apple Store!
Siga a gente no Facebook, dê uma curtida no Instagram, se inscreva no YouTube e visite nosso LinkedIn para mais conteúdos relevantes!